STF desmente rumores sobre a descriminalização de roubo de celulares baratos

18/08/2017

Rumores que começaram a circular na internet dão conta de que o roubo de celulares de até R$ 500 não seria mais considerado crime para o Supremo Tribunal Federal (STF). A afirmação é falsa. O que houve foi uma decisão do STF de trancar uma ação penal após um homem furtar (não roubar) um celular avaliado em R$ 90, com base no princípio da insignificância, alegado pelo advogado do acusado. A decisão ainda não vale para todos os casos, e nem estabelece o valor mínimo de R$ 500, mencionado nas redes sociais. Ou seja, não é verdade!